Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Maioria no STJ vota a favor de prisão de Lula após 2ª instância

Publicada em 06/03/18 as 16:02h - 170 visualizações

por VEJA


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Com três votos proferidos, a 5ª Turma Criminal do Superior Tribunal de Justiça (STJ) já tem maioria para rejeitar recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que tentava suspender a prisão imediata após condenação em segunda instância no caso envolvendo um tríplex no Guarujá (SP).

Lula pede um habeas corpus preventivo para impedir a execução imediata da pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado determinada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) em julgamento de segunda instância - o petista havia sido condenado pelo juiz Sergio Moro a nove anos e meio de prisão.

  Rejeitaram o pedido o relator do processo, Felix Fischer, e os ministros Jorge Mussi e Reynaldo Soares da Fonseca, presidente do colegiado. Ainda faltam votar Joel Ilan Paciornik e Ribeiro Dantas, mas o voto deles não muda a decisão da Turma.

Com isso, a prisão de Lula pode ocorrer assim que o TRF4 julgar um último recurso apresentado pelo petista (chamado "embargos de declaração"), que não tem o poder de mudar a decisão.

O ex-presidente é acusado de ser o proprietário oculto do imóvel no litoral paulista, que teria sido cedido pela construtora OAS - dona formal do tríplex - em troca de favores em negócios com a Petrobras. A defesa de Lula nega a acusação.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 87 98139.4697

Copyright (c) 2018 - TV JATINÃ